Chamada de capítulos para livro sobre rádios universitárias

A radiodifusão universitária vem experimentando forte expansão no Brasil ao longo dos últimos 20 anos, consolidando-se como relevante segmento do campo público das indústrias da comunicação e da cultura. Mais de uma centena de emissoras AM/FM e web rádios vinculadas a instituições de ensino superior estão em operação no país, oferecendo às suas audiências uma alternativa em termos de informação e educação em âmbito local e regional e assegurando espaços de representação para manifestações artísticas e culturais muitas vezes às margens da grande mídia privada.

Cumprem também um importante papel formativo, propiciando atividades práticas para estudantes de cursos de graduação de Comunicação (Jornalismo, Rádio e TV, Publicidade e Propaganda, Mídias Digitais), bem como de outras áreas de conhecimento, numa perspectiva de divulgação científica e tecnológica e de maior interlocução entre universidade e sociedade. Ainda assim, é escassa a produção acadêmica sobre rádios universitárias no país. Raros são os eventos científicos que tratam do tema, entre os quais destacam-se o I Fórum de Rádios e TVs Universitárias, realizado durante o 40º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, promovido pela Intercom em Curitiba, em 2017, e o II Fórum, realizado em Joinville, em 2018, ocasião em se constituiu a Rede de Rádios Universitárias do Brasil (RUBRA).

Nesse contexto, convidamos pesquisadores(as) de rádio e mídia sonora a contribuírem com capítulos para obra coletiva que busca sistematizar reflexões derivadas das experiências de ensino-aprendizagem desenvolvidas no âmbito de emissoras vinculadas a instituições de ensino superior públicas, privadas ou confessionais. Tópicos de interesse incluem (mas não estão restritos a) os seguintes temas:

O papel social e cultural das rádios universitárias;

A programação das rádios universitárias – Instrumentos de participação das comunidades interna e externa;

Desafios à gestão de emissoras universitárias;

Regulação da radiodifusão universitária;

Experiências de ensino-aprendizagem em rádio e mídia sonora – O caráter formativo das emissoras universitárias;

História de rádios universitárias;

Inovação em radiodifusão universitária – Experimentação de novos formatos e linguagens

A coletânea, editada pela Comissão Científica da RUBRA, será publicada em formato e-book pela Editora CCTA-UFPB e em papel em editora a ser confirmada. O prazo para entrega dos textos completos é 31 de janeiro de 2019. O envio deve ser feito por email, tendo no assunto “Livro da RUBRA” e o sobrenome do/a(s) autor/a(es), para os seguintes endereços: olgatavares@hotmail.com e nanealbuquerque@hotmail.com.

FORMATAÇÃO:

Os textos devem ter até 35 mil caracteres, incluindo títulos, tabelas, figuras, mapas e referências. Não incluir resumo e palavras-chave. Informações de autoria devem vir abaixo do título, acompanhadas de currículo resumido, com extensão máxima de três linhas por autor/a. O arquivo deve estar em Word e a formatação do texto deve seguir estes pontos: Fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,5; Margens superior/inferior – direita/esquerda = 2,5 cm; Parágrafo com recuo na primeira linha 1,25; notas de rodapé: fonte Times New Roman, em corpo 10, espaçamento 1,0. O negrito deve ser usado, exclusivamente, para destacar subtítulos ou divisões do trabalho, sempre no mesmo corpo 12, em caixa alta e baixa.

A elaboração do texto deve seguir as seguintes indicações: título; nome do/a autor/a; instituição à qual está vinculado/a, texto incluindo considerações finais e referências, se for o caso. Referências bibliográficas devem ter os dados completos e seguir as normas da ABNT 6023 para trabalhos científicos. Ilustrações podem ser inseridas no corpo do texto. Citações diretas com até três linhas devem estar entre aspas duplas, no corpo do texto. Acima de três linhas, devem ser destacadas no texto com recuo de 4cm, espaçamento simples, fonte corpo 10 (dez), seguindo o modelo de citação “(AUTOR, data)”.

Os/as autores/as devem encaminhar autorização de veiculação assinada, conforme modelo da organização.

Olga Tavares (UFPB) e Eliana Albuquerque (UESC)

Programação – GP Rádio e Mídia Sonora 2017

O Intercom 2017 está chegando e a programação do Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora está prontinha! Quer se organizar para a semana que vem? Colocamos ela aqui no portal para vc.

14671193_1106372619445857_2855466144651919965_n

XXXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom 2017

XVII Encontro dos Grupos de Pesquisas em Comunicação – 7 a 8 de setembro –

Universidade Positivo – Curitiba, PR

 

GP Rádio e Mídia Sonora

Coordenação: Valci Regina MousquerZuculoto (UFSC)

Vice-Coordenação: Marcelo Kischinhevsky (UERJ) e Debora Lopez (UFOP)

7 de setembro de 2017

Quinta-feira (manhã) – 8h30 às13h

8h30 – 8h45 – Abertura do Encontro do GP Rádio e Mídia Sonora 

Coordenação: coordenadora Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC); Vice-coordenadores Marcelo Kischinhevsky (UERJ) e Debora Lopez (UFOP)

 Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

 

 8h45 – 9h30 - Sessão especial – 20 anos de webrádio universitário no Brasil

Coordenação: Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC)
Expositores: Luciano Klöckner (PUCRS), Marcelo Kischinhevsky (UERJ), Eduardo Meditsch (UFSC) e Nair Prata (UFOP)
Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo 

9h30 – 10h30 - Sessão 1 – Mercado radiofônico em transição

CoordenaçãoNélia Del Bianco (UnB/UFG, Nair Prata (UFOP)  e Antonio Adami (UNIP)

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Cartografia das Rádios Universitárias do Brasil (1950-2016)

Izani Mustafá, Marcelo Kischinhevsky e Cristiana Martins de Matos (UERJ)

2. Radialista: uma identidade profissional em constante transformação

Norma Meireles (UFPB), Fernando Andrade (UFPB) e Nair Prata (UFOP)

3. Mercado em acomodação: uma proposta conceitual a partir do segmento de radiojornalismo em Porto Alegre e da TV aberta no Brasil

Luiz Artur Ferraretto (UFRGS) e Fernando Morgado (FACHA)

10h30 – 10h45 – Intervalo

10h45 – 11h45 - Sessão 2 – Inovação em rádio e mídia sonora

CoordenaçãoEduardo Meditsch (UFSC) e Luiz Artur Ferraretto (UFRGS) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Análise do impacto do projeto de inclusão móbile digital de rádios brasileiras da ABERT

Nélia Del Bianco (UnB/UFG) e Nair Prata (UFOP)

2. Podcast: possibilidades de uso nas emissoras de rádio noticiosas

Alvaro Bufarah Junior (Universidade Presbiteriana Mackenzie)

3. Desafios à Inovação no Rádio – O Caso do Aplicativo AudioLab Geo

Marcelo Kischinhevsky (UERJ) e Debora Cristina Lopez (UFOP)

11h45 – 12h45 - Reunião anual do Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora

Coordenação: Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC), Marcelo Kischinhevsky (UERJ) e Debora Lopez (UFOP)

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

 

7 de setembro de 2017

Quinta-feira (tarde) – 14h às18h

14h – 15h50 - Sessão 3 – Radiojornalismo: acontecimento e construção da notícia

Coordenação: Graziela Bianchi (UEPG), Claudia Irene de Quadros (UFPR) e
Valquíria Guimarães da Silva (UFT) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

 Trabalhos:

1. Jornalismo Protagonista e as notícias falsas nas redes sociais

Luciano Klöckner (PUCRS)

2. Da pirâmide à espiral: a construção da notícia no radiojornalismo ao vivo

Luãn José Vaz Chagas (UERJ)

3. Reportagens Radiofônicas Expandidas: Uma Proposta de Conceituação

Luana Viana (UFOP)

4. O Contraditório na Cobertura do Afastamento de Dilma Rousseff pelo Programa A Voz do Brasil

Luciana Paula Bonetti Silva (UFSC)

5. O Caso JBS: uma Análise de Enquadramento no Jornalismo Opinativo no Rádio

Bárbara Avrella, Thuanny Prado Cappellari e Beatriz Dornelles (PUCRS)

 

14h – 15h50 - Sessão 4 (extra – paralela à Sessão 3) – Interfaces musicais e sonoras

Coordenação Mauro Sá Rego Costa (UERJ),  Bruno Araújo Torres (UniViçosa)

 e Suely Maciel (UNESP) 

Local: Sala 208, 2o andar – Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. O Produtor dentro da indústria fonográfica: a criação da marca sonora

José Eduardo Ribeiro de Paiva (UNICAMP)

2. Uma revisão bibliográfica do conceito de playlist

Gustavo Luiz Ferreira Santos (UERJ)

3. A prescrição de músicas através de videogames: o caso das estações de rádio na série Grand Theft Auto

Rafael Machado Saldanha (UERJ)

4. Rádio corporativo: o branded content como estratégia de programação

Kamilla Avelar (FUMEC)

5. Branding sonoro e musical em ponto de venda: Notas sobre emoção, significado, e comunicação offline na marca Havaianas

Cristiana Martins de Matos (UERJ) 

 

15h50 – 16h – Intervalo

 

16h – 18h - Sessão 5 – Radiojornalismo na fase da convergência

Coordenação: Debora Lopez (UFOP) e Marcelo Kischinhevsky (UERJ)
Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Rádio, audiovisual e internet – estratégias do programa Gaúcha Hoje no Facebook

Graziela Bianchi (UEPG)

2. Novas funções e competências em emissoras de rádio ante o avanço das redes sociais digitais

Marco Aurelio Reis (UNESA-RJ) e Cláudia de Albuquerque Thomé (UFJF)

3. Jornalistas e Relações Produtivas no Rádio em Contexto de Convergência 

Bárbara Maia (UERJ) e Claudia Irene de Quadros (UFPR)

4. O humor do rádio através das ondas do Facebook Live:  uma análise das transmissões em vídeo dos programas Pretinho Básico e do Cafezinho

Eduardo Paganella (PUCRS)

5. Rádio e tecnologias: um olhar sobre a utilização da internet na produção de radiojornalismo das emissoras da microrregião de Alto Araguaia – MT

Roscéli Kochhann, Rafael de Jesus Gomes e Ulisflávio Oliveira Evangelista (UNEMAT)

6. Rotinas e produtos jornalísticos: radiojornalismo no interior do Maranhão

Nayane Cristina Rodrigues de Brito (UFSC)

 

16h – 18h - Sessão 6 (extra – paralela à Sessão 5) – Experiências de ensino-aprendizagem

CoordenaçãoGraziela Mello Vianna (UFMG) e José Eduardo Ribeiro de Paiva (UNICAMP) 

Local: Sala 208, 2o andar – Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Mídia Sonora Como Recurso de Acessibilidade à Produção Científica e Acadêmica no Ensino Superior

Suely Maciel (UNESP)

2. O Desafio do Ensino de Rádio no Interior do Rio Grande do Sul

Vera Lucia Spacil Raddatz (UNIJUÍ)

3. O ambiente laboratorial da Rádio Gazeta AM

Sérgio Pinheiro da Silva (UNIP/FIAMFAAM Centro Universitário)

4. Um ensino de Linguagem Sonora para curso de Jornalismo

Nivaldo Ferraz (Universidade Anhembi Morumbi)

5. Revisitando caminhos: reflexões teóricas sobre rádio e convergência na nova era

Lourival da Cruz Galvão Júnior (Universidade de Taubaté/Centro Universitário Módulo)

 

8 de setembro de 2017

Sexta-feira (manhã) – 8h30 às 12h45

8h30 – 9h45 - Sessão 7 – Migração AM/FM: desafios e particularidades

CoordenaçãoDiego Weigelt (UNISC) e Goretti Maria Sampaio de Freitas (UEPB) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. O Rádio Migrado no Amazonas: Um Estudo Sobre a Rádio Rio Mar no Cenário de Migração de Amplitude Modulada (AM) para Frequência Modulada (FM)

Edilene Mafra Mendes de Oliveira e Gilson Vieira Monteiro (UFAM)

2. A programação no rádio AM + FM: especificidades de um meio em migração 

Karina Woehl de Farias (UFSC)

3. Globo e Jovem Pan: experiências de programação eclética no rádio FM

Fernando Morgado (FACHA) e Lucia Santa Cruz (ESPM-RJ)

 

9h45 – 10h45 - Sessão 8 – Crescer e envelhecer ouvindo rádio

Coordenação: Ana Baumworcel (UFF) e Vera Lucia Spacil Raddatz (UNIJUÍ)
Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Rádio e Juventude: Processos de Midiatização Religiosa

Goretti Maria Sampaio de Freitas, Robéria Nádia Araújo Nascimento e Erivaldo Laurindo (UEPB)

2. “Dá Para Ouvir no Celular? Eu Não Sei!” – O Rádio e as Crianças em Venâncio Aires – RS

Veridiana Röhsler e Diego Weigelt (UNISC)

3. A abordagem da velhice em rádios públicas de Portugal e Brasil e os usos do rádio pelos idosos em Braga/Portugal e no Distrito Federal/Brasil

Ellis Regina Araújo da Silva (UnB)

 

8h30 – 10h45 - Sessão 9 (extra – paralela às Sessões 7 e 8) – História e memória da radiodifusão

CoordenaçãoJoão Batista de Abreu (UFF) e Lourival da Cruz Galvão Júnior (Universidade de Taubaté/Centro Universitário Módulo) 

Local: Sala 208, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. As revistas de rádio brasileiras pioneiras e a espetacularização

Lúcia C. M. Dias (UNIP), Antonio Adami (UNIP) e Manuel Fernández Sande (Universidad Complutense de Madrid)

2. Rio de Emoções: Melodrama e as Peças Radiofônicas

Gislaine Zanella, Sergio Nesteriuk e Mauricio Monteiro (Universidade Anhembi Morumbi)

3. O início das transmissões radiofônicas da Sociedade Rádio Montanhesa de Viçosa, MG

Bruno Araújo Torres (UniViçosa)

4. Retrato Sonoro: a experiência do ouvinte na preservação da memória de uma emissora de rádio

Graziela Mello Vianna e Sônia Caldas Pessoa (UFMG)

5. Contribuições de Luiz Carlos Saroldi Zahar à educação e ao rádio brasileiro

Pedro Serico Vaz Filho (Universidade Anhembi Morumbi)

10h45 – 11h – Intervalo

 

11h – 12h45 - Sessão 10 – Práticas interacionais e escuta

CoordenaçãoEllis Regina Araújo da Silva (UnB) e Olga Tavares (UFPB) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. As transformações no comportamento do ouvinte: Da Era de ouro até a chegada da Era do podcast

Maria Filomena Salemme (Faculdade Cásper Líbero)

2. Além das Ondas Hertz: Como Atua e o que Produz a Primeira Emissora FM de Natal nas Redes Sociais

Emanoel Leonardo dos Santos (UFRN)

3. Ágora Eletrônica: Tipologia da Audiência Militante nos Programas Jornalísticos de Rádio AM, em São Luís (Brasil)

Ed Wilson Ferreira Araújo (UFMA)

4. Interação no cenário de convergência: um estudo de caso do programa 98 Futebol Clube da Rádio 98 FM de Belo Horizonte

Beatriz Flores, Núbia Azevedo e Rafael Medeiros (UFOP)

 

11h – 12h45 - Sessão 11 (extra – paralela à Sessão 10) – Rádio, comunidade, inclusão e cidadania

CoordenaçãoSônia Caldas Pessoa (UFMG) e Nivaldo Ferraz (Universidade Anhembi Morumbi) 

Local: Sala 208, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Rádios de resistência: o verbal e o não-verbal na contra-hegemonia

João Batista de Abreu e Marcus Aurélio de Carvalho (UFF)

2. Rádios Comunitárias.  Estudos de caso: EUA e Canadá

Mauro Sá Rego Costa (UERJ)

3. Fazer mídia sonora na região sertaneja brasileira. Ações, debates e reflexões após o 1º Encontro Regional de Rádios Comunitárias do Sertão do Piauí

Orlando Maurício de Carvalho Berti (UESPI)

4. Rádios de Lisboa e Brasília: um Estudo sobre suas Contribuições para o Desenvolvimento da Cidadania

Valquíria Guimarães da Silva (UFT)

 

8 de setembro de 2017

Sexta-feira (tarde) – 14h às 18h

13h45 – 14h45 - Sessão 12 – Radiofonia, substantivo feminino

Coordenação: Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC) e Izani Mustafá (UERJ)
Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Direitos e representação da mulher latino-americana no rádio:  uma análise do programa Jurado n.13

Juliana Gobbi Betti e Eduardo Meditsch (UFSC)

2.  A constituição histórica da presença da mulher no radiojornalismo esportivo brasileiro

Ediane Teles de Mattos e Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC)

3. Comunicação & Gênero: práticas educomunicativas em webradio 

Olga Tavares (UFPB) 

 

14h45 – 15h - Homenagem a Carmen Lúcia José

Coordenação: Debora Lopez (UFOP) e Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

 

15h – 15h30 - Sessão especial – Apresentação de livros coletivos do GP em lançamento no Intercom 2017

- “80 anos das rádios Nacional e MEC do Rio de Janeiro”

Coordenação: organizadores Nélia Del Bianco (UnB); Luiz Artur Ferraretto (UFRGS) e Luciano Klöckner (PUCRS)

- “Produção de Programas de Rádio: o roteiro, a direção”, de Mario Kaplún

Coordenação: editores Eduardo Meditsch e Juliana Gobbi Betti (UFSC) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

 

15h30 – 15h40 – Intervalo

15h40 – 18h - Sessão 13 – Radiodifusão pública e educativa em busca de novos caminhos

CoordenaçãoDebora Cristina Lopez (UFOP)Pedro Serico Vaz Filho (Universidade Anhembi Morumbi), Orlando Maurício de Carvalho Berti (UESPI) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Trabalhos:

1. Registros históricos dos tempos recentes da Rádio Nacional do Rio de Janeiro – de emissora comercial nacional a rádio pública local?

Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC)

2. Rádio MEC-AM: Uma emissora em defesa da cidadania?

Ana Baumworcel (UFF)

3. A Programação da FM Cultura no Contexto de Segmentação do Rádio de Porto Alegre

Douglas Carvalho (UFRGS)

4. Em Brasília, 24 horas… Cartografia da Radiodifusão Pública via satélite em Natal/RN

Ciro José Peixoto Pedroza (UFRN)

5. Produção Jornalística nas Emissoras de Rádio Públicas de Joinville: Resultados e Apontamentos

Bruna Hammes (Ielusc) e Matheus Simões Mello (UFSC)

6. Os desafios do Serviço de Radiodifusão Pública do Brasil na era post-broadcasting

Elton Bruno Barbosa  Pinheiro (UnB)

 

18h – Sessão de encerramento do Encontro do GP no Intercom 2017

Coordenação: coordenadora Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC); Vice-coordenadores Marcelo Kischinhevsky (UERJ) e Debora Lopez (UFOP) 

Local: Sala 207, 2o andar- Bloco Amarelo

Nova edição da Rádio-Leituras

Rádio-Leituras

A Rádio-Leituras, revista científica especializada em rádio e mídia sonora, lança sua primeira edição com o selo do Grupo de Pesquisa Rádio e Mídia Sonora da Intercom. Os editores Debora Cristina Lopez, Marcelo Freire e Nair Prata explicam que “em setembro de 2014, no congresso nacional ocorrido em Foz do Iguaçu, os principais pesquisadores da área no Brasil decidiram pela incorporação do selo do grupo à revista, apoiando e chancelando o trabalho do qual indiretamente já fazem parte desde o segundo semestre de 2010, quando a publicação foi lançada no mercado editorial. Este apoio, mais do que o selo em si, pretende fortalecer a Rádio-Leituras e a área e, com isso, ampliar o espaço para trocas de experiências, inquietações e descobertas sobre o meio”.

Esta edição conta com contribuições de pesquisadores brasileiros e portugueses, articulando diferentes abordagens teórico-metodológicas no estudo do rádio contemporâneo.

Os artigos completos estão disponíveis em radioleituras.wordpress.com.

Boa Leitura!