5º encontro de formação na Escola Prédio Escolar Argentina Castelo Branco, em Gandú

O quinto encontro de formação dos professores da Escola Prédio Escolar Argentina Castelo Branco, em Gandú, aconteceu no dia 20 de abril de 2011, das 08:00 às 12:00 horas e contou com a  participação especial do professor e técnico de informática da Secretaria de Educação, Leonardo.

Iniciamos as atividades esclarecendo alguns pontos sobre o Projeto UCA. Falamos da importância de os alunos conhecerem os aplicativos dos laptops e da falta de interação dos professores no E-proinfo. Enfatizamos que os cursistas têm de realizar as atividades no ambiente, pois eles serão avaliados para a certificação do curso, e informamos quais os critérios serão utilizados para a avaliação das atividades realizadas pelos docentes. Em seguida relatamos as dificuldades encontradas para a marcação dos encontros de formação. Esse foi um assunto que gerou grande discussão entre os docentes, pois os mesmos afirmaram que não estão colocando empecilhos para as formações acontecerem. Eles alegaram que são os gestores que não querem liberar os dias durante a semana para os encontros. Após a discussão, conversamos sobre a oficina de áudio e vídeo realizada na formação passada.

Iniciamos o Módulo II: Web 2.0 perguntando para os docentes o que eles entendem por Web 2.0. Todos afirmaram desconhecer o termo. Então, falamos um pouco sobre a Web 2.0 e a colaboração que permeia os “interagentes” e em seguida distribuímos para os professores uma cartilha intitulada “Tecnologias na escola: como explorar o potencial das tecnologias de informação e comunicação na aprendizagem”. Pedimos para os docentes lerem a “Apresentação” da cartilha, realizada pela professora Léa Fagundes, onde fala um pouco sobre o Projeto UCA e em seguida lerem a explicação para o termo Web 2.0 na página 21. Feito isso, exploramos o conteúdo da cartilha. A maioria dos professores não conhecia os sites de busca, os comunicadores de mensagens instantâneas, os sites para armazenar e baixar vídeos, softwares para edição de vídeos, editores de áudio e editores de imagens. Na medida em que fomos apresentando a cartilha, íamos acrescentando na lousa os sites e softwares que não constavam no material. Alguns professores nos perguntaram o que é um blog. Explicamos o seu significado e falamos da importância dessa forma de comunicação na sala de aula e fora dela. Mostramos através do data show como é fácil criar um blog no site “Blogger”. Escolhemos esse site por ser bastante simples, tendo em vista as dificuldades que a maioria dos professores apresenta em relação às TIC. Também falamos sobre os pacotes de programas Office, sites de mapas, jogos e redes sociais. Escrevemos na lousa o nome de várias redes sociais e falamos um pouco sobre cada uma delas. Alguns professores informaram que possuem o “Orkut”. Percebemos pela fala dos docentes que eles não enxergam essa rede social como algo negativo em relação aos alunos. Pedimos para os docentes escolherem uma rede social e criarem uma comunidade para a escola.

Após a exploração da cartilha, acessamos a internet (3G da formadora) para a exibição de algumas redes sociais e sites de busca. Alguns professores se interessaram pelo “Twitter” e uma docente contou um fato ocorrido na cidade que teve grande repercussão no Brasil por essa rede. Em seguida acessamos o E-proinfo para mostrarmos o Módulo II: Web 2.0. Falamos das atividades propostas pelo módulo e alertamos que não vamos fechar as atividades do Módulo I. Assim, todos os professores poderão realizar atividades durante todo o curso.

Conversamos um pouco sobre o Jornal de Pesquisa da escola e alertamos que ele deve ser alimentado por todos os docentes. Nesse momento fomos informados que a escola já possuía um blog. Ficou a critério dos professores decidirem qual blog será o oficial da escola. Informamos também que o Módulo II pede para os docentes criarem um blog individual para registrar o percurso da aprendizagem do curso e que além das atividades propostas pelo módulo vão ter mais algumas atividades para serem realizadas num espaço comum a todas as turmas.

Para finalizar, ressaltamos que a escola continua com os mesmos problemas em relação a infraestrutura. O mobiliário ainda não foi trocado e a instalação das tomadas para o carregamento dos laptops não foi realizada. O professor e técnico em informática, Leonardo, informou que a pedido dele a instalação das tomadas não foi realizada porque ele precisa saber o modelo dos móveis. A escola continua sem internet. Verificamos que há o sinal da rede UCA nos computadores, mas a internet não funciona. Acreditamos que só falta instalar a internet para a escola ficar conectada.

Os professores ainda não estão realizando atividades com os alunos, mas, alguns deles, já levaram os computadores para as salas de aula para os discentes conhecerem as máquinas. Segundo os professores, os pais e alunos da escola estão cobrando a todo o momento o início das atividades com os laptops.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

2º Encontro de Formação na Escola Estadual Julia Montenegro Magalhães

No dia 17 de março os formadores UFBA e NTE estiveram na Escola Estadual Júlia Montenegro Magalhães, em Cícero Dantas, para realizar a segunda formação seguindo as atividades do projeto UCA. Na chegada já se podia perceber mudanças na pintura do muro da escola, esta foi reformada tornando o ambiente bastante agradável.

As atividades de formação foram desenvolvidas no turno matutino e vespertino com a presença de professores, diretores e alguns funcionários que trabalham na secretaria da mesma. No primeiro momento, realizado no espaço da escola, foi feita uma exploração do KDE, o Konqueror e do Kword, todos esses aplicativos foram minuciosamente detalhados para que todos os participantes pudessem acompanhar e aos poucos se apropriarem de cada função apresentada.

Pela tarde nos deslocamos para o laboratório de outra escola que nos disponibilizou o espaço, tendo em vista que na escola Estadual Júlia Montenegro Magalhães não tinha internet, item indispensável para as atividades programadas para esse turno que seria ambientação no e-proinfo.

Foi neste turno que encontramos as maiores dificuldade da formação, o espaço utilizado não oferecia ventilação alguma, todos os professores reclamaram do “abafamento”, alguns chegaram a sair do local queixando-se de tontura. O acesso às máquinas também foi outro problema, apenas 2 computadores estavam funcionando e com acesso a rede.

Para tentar superar os obstáculos conseguimos conectar os laptops do UCA a rede eliminando o problema de escassez de máquinas. Utilizamos um laptop e projetor de posse do NTE, levado pela formadora, este foi de grande importância para apresentação da plataforma do e-proinfo.

Mesmo com todo malabarismo que tivemos que fazer para tentar realizar as atividades da melhor maneira possível, não conseguimos avançar com as atividades no ambiente. Não apenas pelos problemas de falta de estrutura mas principalmente pela falta de apropriação dos professores com as TIC.

Nesse contexto é importante ressaltarmos as potencialidades do trabalho articulado entre formadores UFBA e NTE. Devido a ausência de verbas para deslocamento dos formadores do NTE, foi feita uma reedistribuição da verba dos formadores da UFBA de maneira que pudesse viabilizar a ida de todos. Assim foi possível observarmos que as atividades, quando realizadas em parceria entre esses profissionais, podem ser desenvolvidas de maneira muito mais dinâmica e produtiva tendo em vista as experiências, troca de informações e o trabalho coletivo não apenas durante a realização das formações mas em todo processo de construção das abordagens, interações e produções a serem trabalhadas nas formações. Read the rest of this entry »

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

4º encontro de formação dos professores da Escola Argentina C. Branco- Gandú/BA, em 18/03/2011

A quarta formação dos professores na Escola Prédio Escolar Argentina Castelo Branco, aconteceu no dia 18 de março de 2011, (manhã)  das 07:30 às 12:30 e (tarde) das 13:30 às 16:30 hs. Contou com a participação dos gestores e professores da escola.

A formação foi iniciada com os professores realizando atividades  com os aplicativos  do laptop. Eles  utilizaram  o editor de texto Kword para produzirem um texto falando sobre as expectativas, problemas e dificuldades encontrados em relação ao UCA e as impressões a respeito das formações e dos formadores.

Esse foi um momento muito proveitoso, porque ao mesmo tempo em que os professores relataram o que não conseguiam dizer oralmente, trabalharam com o editor de texto Kword. Muitos professores tiraram dúvidas a respeito do aplicativo e percebemos que eles tiveram bastante interesse em mexer com os recursos do mesmo. Após a realização da atividade os docentes socializaram os textos. Salvamos alguns textos produzidos pelos professores para material de pesquisa.

No segundo momento da formação, os docentes assistiram um vídeo produzido por alguns formadores (UFBA) para terem uma ideia de produção de vídeo. Após a exibição, dividimos os professores em três grupos e pedimos para eles realizarem algumas produções. O grupo A ficou responsável pela produção de um vídeo de 1 minuto utilizando filmagem com o wxCam (câmera) e o Audacity (editor de áudio), o grupo B pela produção de um vídeo utilizando fotos com o wxCam  e o Audacity e o gupo C pela produção de um programa de rádio ou entrevistas, culinária, etc, utilizando o Audacity. Após orientarmos os grupos, pedimos para os docentes criarem um roteiro para cada produção. Disponibilizamos um microfone e fones de ouvido (recursos da formadora) para a gravação do áudio para as produções. Durante as atividades, os professores tiraram dúvidas sobre os programas e realizaram algumas configurações nos laptops. Eles ficaram muito empolgados com as produções. Teve uma equipe de vídeo que aproveitou a sexta-feira, dia de feira na cidade, para tirar fotos que representassem a desigualdade social. Como o tempo ficou curto para a edição dos vídeos e os professores começaram a sair aos poucos, decidimos editar apenas um vídeo, deixando o outro e a socialização das atividades para a próxima formação. Tentamos fazer a edição do vídeo no Open Shot, mas não conseguimos baixá-lo no computador da escola. Então, resolvemos editá-lo no único editor de vídeo que possuía o computador, o Movie Maker (só para os poucos professores que ainda estavam presentes terem uma noção do que é uma edição de vídeo. Falamos da importância do uso do software livre e ressaltamos que para as próximas formações vamos fazer o possível para editar os vídeos no Open Shot). A diretora, com a ajuda dos formadores, editou parcialmente um vídeo, pois o tempo já estava esgotado. Ficamos de retomar essas atividades na próxima formação.

Bem, para finalizar, ressaltamos que ainda existem muitos entraves para o projeto deslanchar de vez em Gandú. Infelizmente, existem professores desestimulados por conta de várias questões e por problemas de infraestrutura. No entanto, saímos de Gandú com a certeza de que os professores presentes nessa formação ficaram mais animados após realizarem as atividades de produção.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação na Escola Argentina Castelo Branco, em Gandú/BA, no dia 26/02/2011

O terceiro encontro de formação dos gestores e professores da Escola Argentina Castelo Branco, no município de Gandú, aconteceu no dia 26/02/2011 (sábado) das 8:00 às 12:00 horas. Contamos com a presença dos gestores e dos professores da escola.

No primeiro momento, utilizamos o laboratório de informática de outra escola municipal (CERES Libâneo) para regularizar cadastramentos e alocações de alguns professores no E-proinfo. Em seguida os professores entraram no ambiente, visualizaram o módulo 1 e realizaram algumas atividades. Eles acessaram o fórum de Apresentação- iniciando a rede, se apresentaram e falaram um pouco sobre o projeto. Os docentes também “passearam” pelo E-proinfo para conhecer o espaço. Alguns professores até adicionaram colegas no perfil. Infelizmente não conseguimos realizar mais atividades, pois alguns professores não demonstraram muito interesse em continuar interagindo no ambiente. A maioria saiu mais cedo da formação, mesmo sabendo que a carga horária presencial é obrigatória.

Sentimos muita dificuldade em relação ao laboratório de informática para realizarmos a formação. Era frequente a queda e constante oscilação da internet. Esses problemas acabavam desestimulando os docentes a continuarem no E-proinfo.  Não sabemos qual é a empresa que presta o serviço de internet para essa escola, mas podemos constatar que o serviço é de péssima qualidade.

Para que problemas como os encontrados no laboratório de informática não ocorra na Escola Argentina, com a rede UCA, é necessário que a rede possibilite uma conexão de qualidade. A internet não pode ter oscilação e deve possuir uma boa velocidade para amparar as centenas de aparelhos do projeto UCA.

Quanto ao mobiliário da escola, fomos informados que a Secretária Municipal (Lelian) vai fazer a troca das cadeiras “de braço” por carteiras com cadeiras. O professor e técnico de informática (Leonardo) também nos informou que o material para a instalação da rede elétrica da escola, para a colocação de tomadas para os laptops, já foi comprado e que eles só estão aguardando a chegada para iniciarem os trabalhos.

Fica assim a impressão de que ainda falta muita coisa para que a escola esteja totalmente adequada para o projeto. Sabemos das dificuldades encontradas e é por isso que enfatizamos a necessidade de mais empenho dos governos no âmbito municipal, estadual e federal.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação dos professores da Escola Prédio Escolar Argentina Castelo Branco/Gandú, em 10/02/2011

A nossa segunda formação na Escola Prédio Escolar Argentina Castelo Branco, aconteceu no dia 10 de fevereiro de 2011, das 08:00 às 16:00 horas. Contou com a participação dos professores e com um técnico em informática da Secretaria Municipal de Educação( SME). A secretária municipal de educação, Lelian deu uma passadinha na escola e nos informou que carteiras adequadas para o uso dos laptops já tinham sido encomendadas e que logo, logo chegariam. Fizemos questão de conversar com ela novamente reafirmando a importância da parceria. Ela continua muito animada com o projeto.

A nossa formação foi iniciada com a apresentação de um vídeo sobre tecnologia, onde realizamos uma atividade utilizando alguns recursos dos laptops. Após os docentes assistirem ao vídeo, eles teriam de criar uma tabela e escrever utilizando o aplicativo kword, dizendo o que “sentiram, viram e ouviram”. A atividade foi bastante produtiva, pois todos os professores realizaram a atividade. Alguns sentiram um pouco de dificuldade, mas logo pediam ajuda ao colega do lado ou a uma das formadoras. Depois dessa atividade os professores receberam os módulos I e II da Formação Brasil de Apropriação Tecnológica – Conhecendo o classmate, e foram orientados a mexerem nos laptops seguindo as instruções dos módulos. Muitos professores ficaram empolgados ao mexerem nos laptops, mas com o descarregamento das baterias, da maioria dos laptops, muitos deles ficaram dispersos. Como já estava próximo do final da 1ª etapa da realização das atividades, os professores foram saindo aos poucos, alguns alegando que tinham de trabalhar em outra escola, outros dizendo que tinham de se apressar para voltar para a 2ª etapa da formação.

Recomeçamos as nossas atividades pela tarde, no laboratório de informática de outra escola municipal, pois na Argentina não há laboratórios e precisaríamos utilizar a rede para o cadastramento dos professores no E-proinfo. Todos os professores se cadastraram e realizamos a alocação deles em suas respectivas turmas. Infelizmente, por conta do horário não conseguimos trabalhar com eles no E-proinfo, mas deixamos claro a necessidade de outra formação ainda nesse mês de fevereiro.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação dos docentes da Escola Municipal Jesus Bom Pastor

A primeira formação  dos professores da Escola Municipal Jesus Bom Pastor, no município de Barro Preto, aconteceu no dia 17 de dezembro de 2010. Contamos com participação dos professores e gestores da escola, das formadores do NTE (Itabuna) e da UFBA.

Iniciamos a formação apresentando a equipe UCA Bahia, assim como o trabalho que será desenvolvido. Em seguida passamos dois vídeos: o primeiro, o lançamento do UCA em Piraí/RJ, com o presidente Lula; o segundo, o relato da experiência de Palmas/TO, com a fala de professores, alunos, gestor da escola, coordenador do UCA no Estado. A partir daí abrimos para que os professores se apresentassem e falassem um pouco do seu trabalho na escola, da sua relação com as tecnologias, assim como as expectativas quanto ao projeto.

A maioria dos professores tem computador em casa, com internet, mas não tem o hábito de utilizar. Quem usa como mais freqüências são os filhos. Não utilizam software livre, acham difícil e tem receios de não dar conta do trabalho com o UCA também por conta disso. Contudo, todos se mostraram bastante dispostos a aprender, pois acredita que o uso do laptop poderá contribuir significativamente para melhorar o desempenho dos alunos, a construção dos saberes e de conhecimentos, assim como também diminuir a evasão e a frequência rotativa dos alunos.

Apresentamos os pilares de sustentação do UCA, assim como também o formato da formação. Em seguida, foi apresentada também a plataforma e-proinfo, em todos os seus detalhes e o que ali será desenvolvido.

Apresentamos o moodle, todo o material lá disponível, assim como a forma que iremos utilizá-lo. Aproveitamos também para já cadastrar todos os professores nele.

Mostramos o blog do UCA/BA, e um pouco de tudo o que eles podem encontrar lá e, como ele foi pensando: divulgar nossas ações e por onde “andamos”. A importância de eles acessarem o blog e, a partir dele, também conhecer um pouco das experiências dos outros Estados.

A primeira impressão do grupo: uma equipe animada, consciente dos desafios, mas dispostos a encará-los, a dar o melhor de si.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação dos professores da Escola Estadual Padre Carlo Salério- Itabuna

O primeiro encontro de Formação dos gestores e professores da Escola Estadual Padre Carlo Salério no município de Itabuna aconteceu no dia 13/12/2010 (segunda-feira) das 8:30 às 14 h. Contamos com a presença da Coordenadora do NTE de Itabuna, Julianna Braia, das formadoras do NTE, diretoras, coordenadora e professores da escola.

No primeiro momento, utilizamos 2 vídeos que trazem matérias sobre a escolha do laptop classmate e da sua chegada as primeiras escolas brasileiras. A seguir, abrimos para um debate, onde os professores se apresentaram, comentaram o que viram nos vídeos e falaram sobre suas expectativas a respeito desses “bichinhos” na escola.

Posteriormente, utilizando o material do MEC, fizemos uma breve apresentação do Projeto UCA, seus objetivos, os pilares, a proposta da formação…

A seguir, apresentamos e discutimos a proposta de formação do UCA-Bahia. Falamos sobre a carga horária total do curso (e-Proinfo e Moodle, mini-cursos, oficinas e reuniões na escola). Fizemos também um momento de discussão sobre o Jornal de Pesquisa, que será utilizado como dispositivo na formação do professor-pesquisador. Nesse momento, todos visitaram o Jornal de Pesquisa de Maristela Midlej (formadora UFBA).

No segundo momento, os professores acessaram o e-Proinfo – a maioria dos cursistas já se encontrava cadastrada. Os que não estavam se cadastraram.

Foi realizada por Saionara e Gizélia (formadoras-NTE) uma breve apresentação dos ambientes e-Proinfo e Moodle. Ficou acertado que na semana Pedagógica será realizado uma oficina dos referidos ambientes.

Notamos uma grande expectativa na escola. Professores bastante motivados com a possibilidades de inserção dos laptops em suas práticas pedagógicas.

Em relação ao acesso a internet é que ainda existe problemas. O acesso no momento está sendo pela conexão do Proinfo que já existia na escola, com bastante dificuldades, pois não se consegue acessar de qualquer lugar. Os responsáveis pela conexão do MEC tiveram na escola e, segundo informação da diretora, deixaram tudo conectado. Só que, dias depois, não conseguiram mais. A diretora está fazendo contato para resolver o problema.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação dos professores da Escola Professor Edgar Santos- Maracangalha/São Sebastião do Passé

Realizamos no dia 07/12/2010, o primeiro encontro de formação na Escola Professor Edgar Santos, no distrito de Maracangalha, em São Sebastião do Passé. Entre as várias histórias sobre a ida ou não de Dorival Caymmi ao distrito, pudemos perceber como a escola é aconchegante e como a comunidade escolar está empolgada com a chegada e uso dos laptops. No geral os professores mostraram-se interessados e comprometidos com as possibilidades de trabalho com os computadores. Muitos dos professores não usam computador, ainda não têm email, mas não percebemos resistência em se inserir nesse contexto.

Neste encontro ficou firmado um pacto de compromisso mútuo, em que todos(professores, formadores e equipe gestora) estão  comprometidos com o projeto. A diretora entrará em contato com a Secretária de Educação do Município, para colocá-la a par do encaminhamento do projeto e apresentar as demandas que precisam ser sanadas para que o trabalho possa ser realizado.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação dos docentes do Centro Territorial de Educação Profissional Portal do Sertão -CETEPS

No dia 04 de dezembro de 2010, os formadores do UCA pela Universidade Federal da Bahia (Isa, Tânia e Martins) participaram do 1º Encontro de Formação UCA com professores e gestores do Centro Territorial de Educação Profissional Portal do Sertão -CETEPS, antiga escola agrotécnica, na cidade de Feira de Santana. As atividades foram realizadas no Núcleo de Tecnologia Educacional- NTE com a colaboração dos professores Elvira e Paulo. Infelizmente não tivemos acesso ao  CETEPS devido a distância do Centro que fica na zona rural em relação a cidade, como a visita aconteceu no final de semana o transporte neste dias são um pouco escassos o que impossibilitou nossa visita. No entanto, já estamos agendando outro encontro para o mês de fevereiro.

Os professores da escola demonstraram bastante animação com a recepção ao projeto e nos informaram que a mesma sensação pode ser vista nos alunos tendo em vista que grande parte só tem acesso as TIC no espaço escolar em laboratórios. É importante pontuar que o CETEPS é a única escola de ensino técnico até o momento contemplada com o UCA, o Centro atende ao Ensino Médio com educação profissional com horário integral, são cursos técnico de manutenção em informática.

Esperamos que toda animação do corpo docente assim como dos alunos possa possibilitar uma apropriação autônoma das TIC por esse indivíduos da zona rural, buscando fomentar uma forte troca de informações, ampliando o acesso ao conhecimento e possibilitando transformações a nível individual e principalmente coletivo.

SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon

Formação dos professores da Escola Municipal Maria Antonieta Alfarano- Salvador

formação dos docentes da Escola Municipal Maria Antonieta Alfarano aconteceu na terça-feira, 07 de dezembro de 2010, com a participação da equipe de tutoria da UFBA,  NTE, equipe gestora e professores da unidade.

A escola é relativamente pequena, possui 04 salas de aula, que funcionam da Educação Infantil ao 5º ano, 04 professores efetivos, 02 estagiários e 240 alunos. Recebeu 190 laptops.
A rede não estava funcionando, pois a direção da escola não possuía a senha de acesso e os professores ainda não haviam levado os laptops para casa. Passamos para a diretora um modelo do termo de guarda e no dia seguinte os professores iriam levar os “bichinhos” para casa. O NTE se encarregou de descobrir a senha de acesso à rede.
A escola tem um grupo de trabalho ( gestores e professores) muito animado e empenhado em melhorar suas práticas em sala de aula, com o uso dos laptops.
SociBook del.icio.us Digg Facebook Google Yahoo Buzz StumbleUpon