O que é Interatividade?

 O conceito de interatividade muitas vezes é confundido com o de interação, que embora estabeleça uma relação não comportam o mesmo significado. A palavra interatividade é encontrada no Dicionário Aurélio significando a “capacidade (de um equipamento, sistema de comunicação ou de computação, etc.) de interagir ou permitir interação”.

De acordo com Lemos (1997):

“…há uma diferenciação entre interatividade e interação. A primeira estaria relacionada ao contato interpessoal, enquanto a segunda seria mediada. A interatividade seria um tipo de comunicação encontrada não somente em um equipamento, mas também em sistemas que proporcionem interação ou um meio para consegui-la.”

A popularização da interatividade deve-se basicamente a expansão das novas tecnologias de comunicação que se faz presente no dia-a-dia das pessoas. Além de sua íntima ligação com a comunicação em ambiente digital, esta palavra é encontrada em outras áreas de conhecimentos com significados próprios inerentes a cada uma delas. Temos como exemplos:

- No campo da física, por exemplo na mecânica, podemos estudar a interatividade de forças, objetos e movimento.

- Já na filosofia, existem diversas abordagens sobre a interatividade entre a totalidade da experiência humana e da riqueza da natureza, vendo o homem como interagente constante e criativo.

- A biologia também explora a interatividade nas explicações genéticas.

- Na geografia vemos que as placas tectônicas, uma vez interagindo umas com as outras no interior da crosta terrestre, dobram-se formando montanhas e cadeias de montanhas.

Para Pierre Lévy (1999) o que caracteriza a interatividade é a possibilidade, crescente com a evolução dos dispositivos técnicos, de transformar os envolvidos na comunicação, simultaneamente, em emissores e receptores da mensagem.

Arlindo Machado (1990) também salienta a característica da bidirecionalidade do processo, onde o fluxo se dá em duas direções. O processo bidirecional de um meio de comunicação seria aquele onde “os pólos emissor e receptor são intercambiáveis e dialogam entre si durante a construção da mensagem”.

André Lemos (1997) entende que o que se compreende hoje por interatividade é nada mais que uma nova forma de interação técnica, de característica eletrônica. A interatividade digital seria um tipo de relação tecno-social, um diálogo entre homens e máquinas, em tempo real, localizadas em uma zona de contato, zonas de negociação, as interfaces gráficas. 

Link para texto Explorando o conceito de interatividade: definições e taxonomias de Alex Fernando Teixeira Primo e Márcio Borges Fortes Cassol.

http://usr.psico.ufrgs.br/~aprimo/pb/pgie.htm  

Referências:

PRIMO, Alex Fernando Teixeira; CASSOL, Márcio Borges Fortes. Explorando o conceito de interatividade: definições e taxonomias. 1999.

LEMOS, André L.M. “Anjos interativos e retribalização do mundo. Sobre interatividade e interfaces digitais”, 1997, [http://www.facom.ufba.br/pesq/cyber/lemos/ interac.html] 12/05/1999.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999. 264 p.

MACHADO, Arlindo. A arte do vídeo. São Paulo: Brasiliense, 1990.

[Postado em 23/10/2008 por Carmi Silva]

One Response to “Interatividade: conceitos”

  1. translate chinese says:

    translate chinese…

    [...]Laboratório de Criação – Dança e Novas Mídias » Blog Archive » Interatividade: conceitos[...]…

Leave a Reply