Archive for Maio, 2009

O trabalho realizado na segunda-feira, dia 04 de maio, foi corporificar idéias de movimento presentes nas discussões entre eu, a Dani e a Sol.

Após muitas conversas sobre os pontos de convergência de nossos respectivos planos de trabalho da iniciação científica resolvemos desenvolver um espetáculo hipotético tendo “O Micro e o Macro” como temática, onde todas as nossas investigações também se encontrariam para práticas coletivas. Nós três decidimos no encontro do dia 13 de abril que o próximo passo seria sistematizar as idéias através da confecção de uma maquete.

No dia 27 de abril, eu e Sol nos reunimos em minha casa para confeccionar a maquete. Este passo foi muito interessante, pois ao “materializá-la” todas as dúvidas ou buracos nas idéias de cada uma iam se esclarecendo e íamos percebendo como estávamos em sintonia em relação à interação entre os conceitos estudos nos planos de trabalho de uma e da outra.

E finalmente na última segunda nos encontramos, eu, Sol e Filipe para dar início às investigações corporais. Explicamos para Filipe, o mais novo integrante do GP, como se estruturava conceitualmente nossa idéia de espetáculo hipotético, e apresentamos a ele a função de cada “elemento” [câmeras, robô, dançarino, projetores, celulares 3G] na composição do argumento.

Nossa prática consistiu em dois exercícios base [nomeei a minha maneira], os quais eu descrevo logo abaixo:

Câmera no Corpo:Este primeiro exercício base serviu para experimentarmos as possibilidades de relação entre a fotografia gerada pelo movimento. Imaginamos câmeras em diferentes lugares do corpo e desenvolvemos toda a movimentação a partir deste quesito. Investigamos diferentes partes do corpo, diferentes ritmos, diferentes dimensões de espaço e também variamos na quantidade de câmeras “fictícias” no corpo. 

Imagens fluídas:O segundo exercício teve o intuito de compartilharmos entre todos as corporalidades investigadas no primeiro exercício por cada um. E também experimentar restringir às mesmas 3 ações básicas que o robô terá no “espetáculo hipotético”: AVANÇAR, TOCAR E RECUAR.Primeiramente investigamos de maneira livre o modo de fazer estas 3 ações, em seguida experimentamos nos valer do último movimento do outro e assim em rede. As investigações evoluíram para um jogo cênico que continuaremos a desenvolver no próximo encontro no dia 11 de maio.