Archive for Março 16th, 2009

Reunião Pibic

 

16/03/2009

Local: Casa da Pi

Horário: 17:30 as 22:30h

 

 

 

1- Local de trabalho Pibic

Sugestão: Escola de Teatro- Sala 5

Segundas: 17:30 – 22:00 h

Motivo: Piso, Sala Escura, Iluminação,

Conexão Internet(?)

 

 

2- Apresentação Workshops

Sugestão: manter workshops bolsistas + convidados (40 min, 40 min), depois discussão(40min) filmando para incluir na programação de Encontros Mapa d2 para o lançamento. A sugestão é para fortalecer a conexão do Pibic, convidados e discussão como conteúdo do mapa.

 

 

3- Segundas- Feiras

Decidimos que será nosso dia sagrado, precisamos dele para experimentações corpo, textos e pesquisas específicas.

 

 

4- Utilização do Hotmail para envio do Mapad2.

(Explicação Pi ). Teste com sucesso.

 

 

5- Postar Relatórios parciais Daniela e Sol (Explicação

Pi , primeira postagem teste de Relatório de Daniela, ainda sem fotos). Também com sucesso.

 

6- Testes do docs. Abertura de questionários Luso e Hispano . Com Sucesso.

 

 

7-Testes do Cadastramente de Artistas/ Pesquisadores diretamente no site do Mapa D2.

Problemas encontrados:

1- Os campos ficam trocados, depois que o cadastro é feito:

- CPF Vira Nome Artístico

- Data nascimento Vira 00

-Nome artístico vira Nascimento

 

 

2- Necessidades:

-Visualização do Cadastro Enviado, pois não aparece.

-a tecla anexar foto. Só tem Procurar.

- criação de senha individual para o artista/pesquisador poder editar o cadastro.

 

 

 

Sugestões

 

 

1- Por questão de privacidade acreditamos que aqueles artistas e /ou pesquisadores que já receberam o convite e não responderam ou os que não foram contactados por motivos diversos( e-mail não encontrado por exemplo),deveriam ser cadastrados com informações básicas, mas essenciais; deixando que as informações detalhadas sejam preenchidas diretamente pelos mesmos

(como por exemplo a biografia,  pois as fontes consultadas nem sempre são garantidas, etc….).

As informações básicas seriam:

Nome

Profissão

Nacionalidade

Área de atuação

Contato: sites ou blogs, evitando e-mails pessoais

 

 

2- Pedir por favor ao Marcos urgência nas arrumações do cadastro direto no Site, pois gostaríamos de já utilizar esta ferramenta, enviando a carta convite com o link do questionário para ser preenchido diretamente pelo artista/pesquisador.Estamos preocupadas quanto ao constrangimento de pedir mais de uma vez aos convidados um novo preenchimento, se alguns erros técnicos persistirem no Site.

 

 

 

Beijos. Realizados com sucesso.

 

Danipisol

Pidanisol

Soldanipi

Pisoldani

Solpidani

TENTE ESTE TRAVA-LÍNGUA. ESPERO QUE TENHAM SUCESSSSSSSSSSSSSSS……………..

O processo de pesquisa permitiu perceber as diferentes possibilidades de interatividade entre indivíduos (agentes) no ciberespaço. 

A utilização de microcâmeras foi o ponto de partida desta pesquisa, tendo o corpo como gerador de imagem (microcâmera(s) presa (s) ao corpo do bailarino) e também o corpo como leitor das imagens capturadas (outros agentes). 

Percebeu-se então, que embora partindo do pressuposto do corpo na liderança da investigação, a partir da interatividade em tempo real com outros agentes, as ações de captura e leitura das imagens geradas tornaram-se implicadas, portanto gerando um processo de retroalimentação, não configurando-se um ponto de partida ou chegada, mas o “entre”, o que pode ser criado a partir desta implicação. 

A experimentação da(s) microcâmera(s) presa(s) ao corpo do bailarino trouxe novas possibilidades de enquadramentos, novos pontos de vista do corpo, chamado pela bolsista como “corpo-olhos”. 

Com o desenvolvimento da investigação na utilização de microcâmeras presas ao corpo do bailarino salientam-se alguns resultados: criação de ambientes telemáticos para a cena, exploração de diferentes qualidades de movimentos corporais gerados a partir da leitura corporal de um novo agente diante das imagens realizadas pelas microcâmeras, conexão teórica-prática implicadas através do desenvolvimento da pesquisa corporal realizada pelo sistema do “Processo de propósitos” (improvisação) e suas possibilidades de aplicação corporal em tempo real a serviço da produção de imagens. 

As experimentações, observações e escolhas de imagens, foram alimentadas de acordo com  geração de imagens das microcâmeras presas ao corpo do bailarino, criando uma rede interligada de suas utilidades artísticas, comunicacionais ou técnicas a serem exploradas por outro agente, estando este em outro espaço geográfico e relacionando-se também em tempo real. 

O fato da bolsista também ter exercido a função de bailarina do Grupo de Pesquisa Poética Tecnológica na Dança (GP Poética), no espetáculo “EU”, trouxe um entendimento efetivo e ampliado na articulação teórica-prática a que esta pesquisa se destina, com grande destaque para o estudo das possibilidades de auto-organização corporais surgidas a partir das experimentações, leituras e discussões com a orientadora e seus colaboradores sobre o “Processo de propósitos”( improvisação) em obra aberta e dinâmica pela participação de diversos agentes. 

Reflexões a cerca das imagens capturadas também permearam as experimentações, onde foi percebido como a mesma imagem transmitida poderia ser diferentemente lida por outro(s) agente (s) e/ ou de acordo também, com um terceiro fator, os meios (TV, internet, monitores) e superfícies ( telas, papéis, espaços na arquitetura) nos quais ela seria transmitida e projetada. 

(foto)

EU Espetáculo de dança com mediação tecnológica Núcleo de Criação do Grupo de Pesquisa Poética Tecnológica na Dança – Ivani Santana 

Discussão sobre imagens geradas por microcâmeras presas ao corpo do bailarino, que quando projetadas e/ou transmitidas por variados meios (telas, paredes, superfícies variadas de espaço arquitetônico, telas de computador, televisores, entre outros), geram diferentes formas de influências no corpo que promove a imagem e/ou no(s) corpo(s) que dialoga com a imagem gerada.  

Outro fator é como a utilização da imagem pelo novo agente pode modificar, adequar, transformar a maneira de utilização das microcâmeras. 

Estas discussões trazem na prática, o estudo teórico do conceito de “Embodied” (Ciências Cognitivas), homem e ambiente implicados proporcionando aprofundamento na investigação do conceito de acaso, por meio de uma construção corporal, em tempo real através do “processo de propósitos”, em que o corpo ao mover-se detecta e escolhe ( em tempo real) um ponto na arquitetura do espaço cênico do espetáculo para a colocação da(s) microcâmera(s), que irá “passear” ( de maneira “autônoma”) pelo espaço e capturar uma gama de imagens aproveitadas por outro agente ( bailarino) agindo pelo mesmo processo, na criação de nova cena em ambientes geograficamente diferentes.A criação de workshops temáticos com intuito de experimentação e transmissão dos saberes investigados a cerca dos conceitos elencados, foram parte de resultados que ainda em processo são realimentados por constante intercâmbio entre bolsista, orientadora e seus trabalhos artísticos desenvolvidos na Cia Ormeo Teatro-dança (MG) e o Grupo de Pesquisa Poética Tecnológica na Dança (BA), respectivamente.

 (foto)

Cia Ormeo Teatro-Dança – MG

 Aplicação e experimentação da Pesquisa Fase 3 – Dança no Ciberespaço: corpos, robôs e usuários durante os meses de outubro a dezembro de 2008 e Fevereiro 2009. Nesta fase parcial da pesquisa foram levantadas e experimentadas as questões de interatividade em ambiente telecomunicacional com ênfase na construção de imagens/corpo/ cena em tempo real, bem como a interação entre agentes geograficamente separados.   A investigação em projetos disponibilizados na rede terá maior destaque na segunda parte desta pesquisa com foco aprofundado na prática de utilização do software VLC.

(foto)

VLC (initially VideoLAN Client) is a highly portable multimedia player for various audio and video formats (MPEG-1, MPEG-2, MPEG-4, DivX, mp3, ogg, …) as well as DVDs, VCDs, and various streaming protocols.VLC (inicialmente VideoLAN Client) é um player multimídia altamente portátil para vários formatos de áudio e vídeo (MPEG-1, MPEG-2, MPEG-4, DivX, mp3, ogg, …) bem como DVDs, VCDs, e vários protocolos streaming. It can also be used as a server to stream in unicast or multicast in IPv4 or IPv6 on a high-bandwidth network. Também pode ser usado como um servidor de fluxo em unicast ou multicast em IPv4 ou IPv6 em uma elevada largura de banda de rede.  

O cadastramento do Mapa D2 foca na sua catalogação artistas nas áreas afins dos bolsistas desta pesquisa, promovendo a ampliação do conhecimento de obras, processos de trabalho e pesquisa de artistas lusófonos e hispanófanos que atuam nas artes com mediação tecnológica. 

Salientamos características ricas do Mapa D2 por englobar desenvolvimentos não somente artísticos, mas também informativos e educacionais disponibilizados via internet, as comunidades acadêmicas e artísticas. 

Em Novembro de 2008 os planos de trabalhos foram reordenados: Sol Gonzalez inteiramente voltada para o Mapa D2 e Ana Carolina e Daniela Guimarães, na pesquisa de tecnologia móvel/robôs e interatividade respectivamente, além ainda de um suporte na catalogação de conteúdos para o Mapa D2. 

Ainda em fase de finalização, o Mapa D2, tem seu lançamento oficial previsto para Abril de 2009, e continua sendo fomentado pelas bolsistas desta pesquisa através dainterdisciplinaridade e do imbricamento entre as artes e a tecnologia. 

Com os resultados parciais encontrados, o Projeto de Pesquisa A.L.I.C.E. (Apropriação de Linguagem Interativa no Ciberespaço) continua seu avanço no domínio da linguagem da dança realizada com mediação tecnológica.