Intenso movimento em Londres contra G20

Ativismo para um outro mundo

 Nelson Pretto – Professor associado da Faculdade de Educação/Ufba, visitante da Universidade Trent, Nottingham, Inglaterra. www.pretto.info – nelson@pretto.info

Nesta semana acontece em Londres o encontro dos líderes das 20 maiores potencias econômicas do mundo, conhecido como G20. A crise financeira global, que tem provocado uma onda de desemprego sem precedentes em todo o mundo, será, seguramente, o centro das discussões mas, não só. Outros temas terminam entrando na pauta do encontro oficial, também por conta da intensa mobilização que já se faz ver pela internet e pelas ruas. Já estão mobilizados os ativistas ligados a diversos grupos que atuam em todo o planeta em defesa do ambiente, contra o apoio aos bancos "quebrados", em campanha pelo desarmamento nuclear, pelo fim da guerra, em defesa de uma alimentação mais sadia e de menos velocidade na vida contemporânea, entre tantos outros. Desde o sábado passado, dezenas de grupos, de conservadores a anarquistas, ocupam as ruas de Londres e os canais da internet.

Enquanto em uma parte da cidade acontece o encontro do G20, no centro financeiro vários desses grupos estarão atuando em diversas frentes para chamar a atenção do mundo para a destruição do planeta e clamando por mudança na pauta de discussão do G20. Para essa mobilização, contam principalmente com os celulares, com as mensagens instantâneas, salas de bate papo, enfim, a internet por todos os meios, com destaque para os blogs e microblogs como o Twitter, que se espalhou velozmente pelo mundo e, ao longo desta semana, já não dava conta do movimento, tendo “trancado” algumas vezes por excesso de postagens. As redes de relacionamento, criadas em torno de sites como Facedbook e MySpace, mais usados aqui do que o Orkut no Brasil, estão repletas de postagens e de grupos organizando os protestos e as marchas para Londres.

Toda essa mobilização, que já vem acontecendo ao longo dos últimos 10 anos, agora mais intensificada pela apropriação das tecnologias digitais, tem contribuído para pautar a discussão sobre o futuro do planeta para além do universo financeiro. Essas mobilizações têm nos mostrado que a construção de um planeta sustentável demanda uma ação mais enérgica de toda a sociedade, não podendo ser privilégio de poucos – e por isso mesmo poderosos -, a tomada de decisões sobre as questões que nos afetam diretamente.

Aqui, de novo retomo, como de costume, ao tema da educação. Mais do que nunca, articular o conhecimento e a crítica a esses movimentos é também papel da escola. Para fazer isso, precisa de professores fortalecidos que possibilitem a construção coletiva de uma escola que não se acomode ao instituído. Essa escola, lamentavelmente, ainda está a ser construída.

Artigo publicado em A Tarde de 03.04.2009. Cópia da página de A Tarde em pdf.

Com umas linhas mais e uns links, publicado no site http://www.trezentos.blog.br/?p=157www.trezentos.blog.br/, coordenado por Sérgio Amadeu.

Veja algumas imagens das manifestações de hoje, sábado, dia 28 demarço de 2009 no flickr, tem mais e depois eu posto..
 

Marcados com: , , ,
Publicado em Sem Categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


× 7 = cinquenta seis

MEUS ESCRITOS DIÁRIOS, PERO NO MUCHO!

43 anos de UFBA como professores

Na data de hoje, dia 19 de abril, no ano de 1978, iniciava meu trabalho como professor do Instituto de...

Artigo em A Tarde: Ciência Aberta e vacinas

Ciência aberta e vacinas Nelson Pretto, professor da Faculdade de Educação da UFBA. nelson@pretto.pro.br Se não bastasse a pandemia da...

Quem mandou matar Marielle?

sem palavras, a pergunta também é feira pelo grande cartunista mineiro-baiano Cau Gomez em A Tarde de hoje, 09/10/2020.

Uma pequena homenagem a Ciro Marcondes Filho

Com muita tristeza acordei hoje com a informação do falecimento do professor Ciro Marcondes Filho. Entrei no doutorado na ECA/USP...

O Movimento da Fábrica Vive – Matéria no Correio*

Movimento da Fábrica: em busca de um Rio Vermelho pulsante. Nelson Pretto (professor da Faculdade de Educação da UFBA) com...

Não ao retorno as aulas agora – Artigos e comentários

Vejo movimentos de governadores e prefeitos no sentido e autorizarem o retorno das aulas presenciais nesse momento. Temos nos manifestado...

Por uma politica de TI para a educação

Aqui o documento que produzimos eu e Karina Menezes (UFBA|FACED) junto com Leonardo Nascimento (UFBA|ICTI), Vinicius Ramos (UFSC|CIT) e Tel...

Derrumbando Muros é o tema da próxima Polêmicas Contemporânea em casa.

Na próxima segunda, dia 06/07/2020 vamos debater em Polêmicas Contemporâneas em casa o tema dos movimentos de derrubadas de monumentos...

Polêmicas Contemporâneas em casa: Dois de Julho dendicasa

29/06/2020 - Dois de Julho dendicasa Convidados Hendrik Kraay, professor de história na University of Calgary, Canadá. É autor de...

Liberem suas redes sem fio

Escrevi no jornal Correio da Bahia. Falei na Rádio Metrópole. Divulguei tudo por aqui mas mesmo assim, acho que precisamos...

Liberem seus wifi! artigo no Correio de hoje

Educação e solidariedade (tecnológica): liberem seu wifi. Nelson Pretto – professor da Faculdade de Educação da UFBA. nelson@pretto.pro.br – www.pretto.info....

Artigo na Fórum: Avança universidade pública!

Avança universidade pública! Nelson Pretto, professor titular da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia. Membro titular da Academia...

Artigo Ocupa Odorico, em A Tarde de 27/01/2020

Ocupa Odorico Nelson Pretto, professor da Faculdade de Educação da UFBA - nelson@pretto.pro.br Recentemente, o governo estadual anunciou a desativação...

A Bahia na Internet, matéria em A Tarde/Muito de 08/12/2019

Saiu hoje em A Tarde, Revista Muito, uma bela matéria de Tatiana Mendonça, sobre nosso projeto Memória da Internet na...

Artigo no Correio* em defesa da universidade e GEC 25 anos

Artigo de Nelson Pretto no Correio* dia 06/12/2019     25 anos de um grupo de pesquisa e a defesa...