Campanha de Nelson Pretto para liberação das redes sem fio.

Escrevi no jornal Correio da Bahia. Falei na Rádio Metrópole. Divulguei tudo por aqui, mas mesmo assim, acho que precisamos ir mais longe, insistir no tema e fortalecer uma campanha. Atenção  @kamenes, @annaizabel e demais artistas geniais, vamos criar cartazes e cobrar a abertura das redes sem fio de empresas (públicas e privadas), universidades (públicas e privadas), escolas (públicas e privadas) e até mesmo das pessoas para aumentarmos a conectividade das pessoas. Isso sem falar em fazer pressão para que tenhamos políticas públicas para garantir a conectividade da população brasileiro.

No artigo do Correio da Bahia (23 e 24/05/2020, p. 24) com o título: Educação e solidariedade (tecnológica): liberem seu wifi, falo um pouco mais de educação e o conclui assim:

“Além disso, por que não pensar em uma solidariedade tecnológica? Poderíamos contribuir com os mais vulneráveis que não têm acesso pleno à internet com um gesto simples: liberando o acesso de nossas redes sem fio domiciliares e empresarias. Quantas empresas estão com suas redes sem uso por conta do trabalho remoto e que poderiam abri-las para a população?

Simples gesto que possibilitaria aumentar ainda mais as redes de solidariedade e acolhimento.”

Veja artigo inteiro aqui.

Ouça meu comentário na Rádio Metrópole de 29/05/2020 sobre o tema.

Rádio Metrópole 29/05/2020: Libere seu Wi-Fi

Todos os meus comentários estão disponíveis em muitas plataformas. O acesso pode ser dar por aaqui radios.pretto.info

Esta entrada foi publicada em Artigos de Nelson Pretto, Atvismos, Coronavirus, Inclusão Digital. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


quatro + = 13