Rádio: transgressão e criatividade

O Programa Tabuleiro Digital: formação para a Cidadania trouxe para Salvador, o professor Mauro Sá Rego Costa, com o lançamento do livro de sua autoria “Rádio, Arte e Política”.

Do bate-papo com o professor Mauro emerge o caráter subversivo da Rádio e das ações para se constituir rádios comunitárias livres. Reside aí, umas das dimensões políticas do processo, tanto no que se refere aos aspectos educativos quanto aos aspectos artísticos.

As dificuldades vividas pelas rádios comunitárias, diante de uma política de comunicação baseada no conhecimento em massa e no monopólio dos canais de produção e transmissão de conhecimento, foram colocados na roda, tendo como alternativas, as produções independentes disseminadas via internet.

Entre experimentos poéticos, programas acadêmicos e a criação de uma ambientação com sons naturais, Mauro Costa foi afirmando umas das máximas que trouxe no dia anterior: fazer rádio é muito divertido.

Esta entrada foi publicada em eventos, Reflexões. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


9 − = sete